× G&A Comunicação

blog

Publicidade com causa e a propaganda de antigamente

26/02/2020

Publicidade com causa e a propaganda de antigamente

Os comerciais conquistam seus públicos desde a época que se lançou a TV e o rádio. Muita gente adora rever as propagandas antigas, mesmo que as imagens não sejam lá muito boas, talvez por uma lembrança afetiva, talvez pelos jingles quem grudam na memória. 

O tempo passa e com ele também as tecnologias. Ao longo das décadas surgiram – e tiveram seu apogeu – os livros, revistas, rádio, TV, computadores, internet… e redes sociais. Essa última trazendo a cada dia um novo desafio para os profissionais de publicidade e de outros campos da comunicação.

O consumo da informação está cada vez mais rápido e não poderia ser diferente com o mercado publicitário. Mas não adianta as agências serem apenas ligeiras e lançar uma propaganda nova a cada semana nas redes. Além de ser descoladas, inteligentes e terem uma “sacada” que cause impacto, as campanhas de comunicação precisam ser adequadas ao comportamento do público nas redes, seus valores e as suas causas. Um baita desafio.

Publicidade com causa: clientes exigem que marcas se posicionem

Já não existe mais o tempo em que bastava um jingle chiclete e um grupinho de modelos bonitas para uma propaganda trazer resultados. Os consumidores de hoje buscam marcas que reflitam seus valores e não pensam duas vezes antes de boicotar (ou “cancelar”, que é o termo em voga) empresas devido ao seu posicionamento com relação a questões sociais consideradas importantes. 

Do outro lado da balança, ganham força as marcas que se posicionam diante de questões variadas. Seria impensável há 30 anos uma cadeia de fast food lançar uma campanha expondo o preconceito contra minorias ou uma empresa petrolífera se posicionar em favor da comunidade LGBTQIA+. 

Veja algumas campanhas de publicidade com causa realizadas pelas marcas:

  • Uber: respeito no carnaval

Às vésperas do carnaval de 2020, a Uber lançou uma campanha offline (banners em metrôs e pontos de ônibus) e nas mídias sociais contra a discriminação a minorias e o assédio. 

publicidade com causa

Fonte: site uber.com/pt-BR

  • Burguer King: Saiba a Diferença

Com o mote de “opiniões são sempre bem-vindas, preconceito não”, a marca aborda o tema dos comentários preconceituosos contra mulheres, negros, comunidade LGBTQIA+. 

  • Shell: O Causo da Afrodite

A petrolífera Shell em 2019 lançou a campanha “De Causo em Causo”, que conta histórias inspiradoras dos clientes da marca. O primeiro vídeo mostra a vida de Afrodite, uma caminhoneira transgênero e sua trajetória de auto-aceitação. Mesmo com um público-alvo conservador, a marca buscou tratar e se posicionar em relação a causas de inclusão social.

A G&A está sempre de olho no cenário atual e nas boas práticas do mercado, pois sabemos que é crucial para empresa saber conversar com seu público, seja por meio de propagandas, mídias sociais ou endomarketing. “Quem não se comunica se trumbica”, já dizia Chacrinha. Isso era verdade na propaganda de antigamente e segue em voga nos dias de hoje.